quarta-feira, 31 de julho de 2013

Chá de bebê simples: A noite de fraldas do Gustavo

Quase um ano após meu casamento me deparei com uma notícia que ia mudar minha vida, eu estava grávida! No início foi chocante, mas aos poucos fui me acostumando com a ideia e é lógico que  festeira como sou comecei a pensar no chá de bebê , já sabia que seria um chá de fraldas pois é muito mais prático para  os convidados que não precisam ficar em dúvida quanto ao que irão levar.  Como a criatividade está no meu sangue achei que deveria ser algo diferente, então decidi que seria para homens e mulheres (isso foi a mais de 3 anos atrás, então ainda não era comum, hoje a maioria dos chás que vou são para homens e mulheres) e seria um sábado à noite  pois no domingo à tarde muitos não vão ou se você marca para 4h da tarde as pessoas chegam depois das 6h e as que chegaram as 4h já estão indo embora, sei lá mas acho que fica um evento quebrado enquanto uns chegam outros vão embora e quando começa a brincadeira não tem tanta graça. Decidido isso pensei que o chá deveria acontecer quando eu estivesse com 7 meses, entre a 28° e 32° semana, fechada a data comecei os preparativos ainda em janeiro.  
Modelo encontrado no site de buscas Google.

Achei genial este tipo de convite, afinal nada melhor  do que uma fralda para o convite de um chá de fraldas, quer dizer, em nosso caso: Noite de fraldas! Este nome soaria melhor, afinal não teria nenhum chá, café, bolinho de fubá nem nada para ser chamado de chá, mas achei que o convite do Gustavo tinha que ser mais masculino e fui então arriscar fazer um novo modelinho. Na hora de colocar no convite a sugestão para presente tive um novo impasse, colocaria só a fralda ou fralda + alguma coisa? Baseada nos processos de frescurite alérgica de meu marido resolvi pedir somente as fraldas e depois de uma pesquisa minunciosa nas comunidades de gestante sobre as marcas que tinham menos índice de alergia, melhor absorção e menos vazamentos optei por colocar no convite a Pampers Total Confort, Pampers Noturna e Turma da Mônica Soft Touch. Distribuí os tamanhos conforme me informei na comunidade também: 10 convites com fraldas tamanho P (distribuídos para as pessoas mais próximas, pois eu teria certeza de que iria receber), 30 convites com fraldas M e 10 com fraldas G
Convite da noite de fraldas do Gustavo. 
Convites prontos comecei a me preocupar com a decoração, pensei em algo clean, encontrei um modelo de sapatinho de papel resolvi que seria isso que eu daria de lembrança, feitos com papel de scrapbook e lacinho de fita de cetim, foram recheados de jujubas. Já para a decoração comprei bandejas de vime, duo de pratos de porcelana,  toalhas, cachepôs, fitas, bolas e todos os descartáveis que usaria na noite de fraldas no Saara que é o lugar que se encontra de tudo, basta saber procurar.  Uma boa dica é ir ao Saara um dia sem objetivo nenhum, só para entrar nas lojas e conhecer, saber onde vende isso ou aquilo, ir sempre pela manhã pois está vazio e dá para comprar tranquilamente para quem não conhece acesse http://www.saarario.com.br/ onde encontrará maiores informações.  Um item que tornou-se meu xodó foi uma topiaria em formato de ursinho, achei tão fofa que salvei uma foto para mim e para a noite de fraldas do meu príncipe  poderia me arriscar em tentar fazer, fiz com isopor, cola e um matinho tipo musgo, achei que ficou bem legal, fora que depois do chá ela serviu para compor a decoração do quartinho do Gustavo.  

Sapatinhos de lembrança.  
Topiaria de urso. 
Decidida a parte decorativa da noite de fraldas era hora de decidir o que teria de comes e bebes, decidimos que seria uma entrada de frios com pastinhas e o velho conhecido de festas: O estrogonofe de frango! Muito prático seria preparado antes da festa e na hora era só esquentar, fora que é muito difícil uma pessoa que não goste de estrogonofe. Fechado o cardápio optei por não mandar fazer um bolo com boleira já que iria fazer o bolo de fraldas e ele iria enfeitar a mesa, com isso economizamos, nesta fase da gestação o que mais queremos é economizar, pois ainda tem tantas coisas para comprar e o bebê pode vir antes do que esperamos. Também fizemos musses de maracujá, brigadeiros, docinhos de coco, cajuzinhos e uma torta de chocolate para ficar na cozinha mesmo, só para servir. De bebidas optamos por refrigerantes, água, suco e cerveja (que não pode faltar aqui em casa, já que meu pai adora uma loirinha!).  No dia do chá contei com o auxílio de alguns amigos para executar a parte prática da festa, no final ficou tudo muito fofinho e clean, exatamente como imaginava. 

 Resultado final, simples e fofinho. 

Eu, meu marido e Gustavo na barriga.

Bolo de fraldas feito por mim.

 As topiarias de urso. 

Docinhos na bandeja de vime e no prato de bolo de vidro.

 Duo de porcelana com bombons em formato de carrinho e chupeta, copinhos de musse de maracujá na bandeja de vime.

Outro conselho que dou é que idealize coisas que possam ser utilizadas depois, no meu caso usei uma bandeja de vime para colocar as fraldas do Gustavo e a outra primeiramente foi utilizada para colocar as lembranças de recém-nascido e depois para itens de limpeza do bebê; O urso que decorou o topo do bolo de fraldas virou um detalhe no Dossel. A topiaria de ursos como já foi dito participam até hoje da decoração do quartinho. 

 

Abaixo o molde que usei para fazer o convite e o sapatinho de lembrança.  



 


Como fazer o Bolo de Fraldas:

Para quem quiser fazer o bolo de fraldas, segue uma explicação de como fazer, eu fiz com fraldas descartáveis, mas pode-se fazer com fraldas de pano, com roupinhas, enfim com o que sua criatividade permitir. Você pode utilizar um rolo de papelão daqueles que ficam quando acaba o papel absorvente, se quiser com dois andares um rolo basta, se quiser mais andares é só colocar outro rolo e fixar com fita adesiva.  Pegue as fraldas, enrole e prenda com um elástico, faça com várias para a base, depois é só calcular quantas usou na base para ver quantas irá gastar nos andares seguintes;  Passe um elástico no rolo e vá colocando dentro dele os rolinhos de fralda, com a parte da emenda voltada para dentro.  Para a base deve-se fazer duas fileiras de fraldas para dois andares ou três fileiras para três andares, depois vai diminuindo as fileiras no andar seguinte até fazer o topo. Para tapar o buraco do meio do rolo, coloque um rolinho de fralda dentro dele. Depois é só decorar com fitas (para esconder os elásticos) e deixar sua criatividade fluir para a decoração.   





Um comentário:

  1. O chá de fraldas da Ju foi bem simples também... E ainda bem que eu fiz de 6/7 meses porque ela nasceu bemmmm antes do previsto.

    ResponderExcluir